Tamanho da letra

AS VEZES NA VIDA EU



 

As vezes me sinto sozinha e perdida na vida eu fico sem vida.

Enquanto a vida, vive a sua vida a minha vida continua sem vida na vida.

Vivendo sem vida, no meio da vida, eu tento encontrar vida, onde a vida é mortal e pensam que é vida.

Na minha tentativa de encontrar a vida, descubro a vida na minha vida, sem vida no mundo dos mortos vivos.

A vida me cobra viver a vida dela, do qual me sinto perdida, com o tipo de vida que essa vida vive.

As vezes não tão compatível, a vida de outras vidas vividas, aqui no mundo das espiações dos mortos vivos no físico frágil e errante das diversificadas vidas na evolução.

Não ! Eu não quero essa farsa, mascarada de vida, da qual todos querem e poucos não querem, assim .

Como eu que vejo, sinto a verdadeira vida de meu Deus e Jesus salvador.

No meio da conflitante e hipócrita vida atual, eu grito a minha libertação e no meu grito, eu me liberto de todas as correntes doentes da loucura insana dos preconceitos, me libertei e me integrei a Deus da verdadeira vida da ciência, consciente da vida da criação, vida Deus de universos.


Izildinha Fontenelle com a ajuda da entidade do Mestre Benjamin o Hilarion do quinto raio verde.



Espalhe por a


Comentrios
Deixe seu Comentrio

Termos mais procurados: